logo

SESSÕES TEMÁTICAS

Seis livros seis filmes

01 | Março | 2018
Não Matem a Cotovia, Harper Lee (1961)
Na Sombra e no Silêncio, Robert Mulligan (1962)

Em 1961, Harper Lee publicou uma obra que lhe mereceu um Prémio Pulitzer de literatura, e que se transformou rapidamente num clássico do século xx. Alternando entre o confronto público e a ternura em privado, Mulligan conseguiu dar ao seu filme uma identidade que muito agradou à autora.

12 | Março | 2018
Fahrenheit 451, Ray Bradbury (1953)
Grau de Destruição, François Truffaut (1966)

Considerada um clássico acerca do poder do Estado sobre os cidadãos – uma interpretação ferozmente contrariada pelo seu autor –, a novela de Bradbury foi transposta para o cinema num filme que tem tantos admiradores como detratores.

22 | Março | 2018
O Desconhecido do Norte Expresso, Patricia Highsmith (1950)
O Desconhecido do Norte Expresso, Alfred Hitchcock (1951)

Explorando o tema da transferência da culpa moral, a história de Highsmith não podia deixar de agradar a um realizador católico que, na interpretação de muitos, considerava este tema mais importante que o da redenção.

12 | Abril | 2018
O Véu Pintado, Somerset Maugham (1925)
O Véu Pintado, John Curran (2006)

Num dos melhores livros de Maugham, um jovem médico altruísta apaixona-se por uma rapariga inglesa fútil, que aceita casar-se com ele essencialmente para se libertar da família. O choque entre ambos não tarda a manifestar-se, sob a forma de uma infidelidade conjugal, a que se segue um longo e doloroso período de redenção.

30 | Abril | 2018
Ema, Jane Austen (1815)
Ema, Douglas McGrath (1996)

Ema é uma jovem inglesa que tem “o poder de impor em demasiadas coisas a sua própria vontade, e uma disposição para pensar um pouco bem demais de si própria”, nas palavras com que Austen a apresenta; McGrath dá-nos um retrato à altura e uma das cenas mais memoráveis de humilhação pública.

10 | Maio | 2018
Brooklyn, Colm Tóibín (2009)
Brooklyn, Robert Mulligan (2015)

O escritor irlandês Colm Tóibín relata neste romance a experiência de emigração dos seus compatriotas para os Estados Unidos nos anos 50 do século xx, uma narrativa que o filme John Crowley segue de perto, mostrando o que significa escolher de um modo radical.



. . . . . . . . . . . . . .

Curso ministrado por

Dra. Maria José Figueiredo

Local

APCD LISBOA
Avenida Ventura Terra, 23 | Lisboa
(Junto ao Metro de Telheiras)

Horário

19:00 › 20:30

Inscrições

Entrada livre com inscrição
FICHA DE INSCRIÇÃO

regressar | Cursos